terça-feira, 22 de abril de 2014

PÁSCOA...

"É ser capaz de mudar,
 É partilhar a vida  na ESPERANÇA,
 É lutar para vencer toda  sorte de sofrimento,
 É dizer sim ao AMOR e VIDA.
 É investir na FRATERNIDADE.
 É lutar por um mundo maís justo e igualitário,
 É ajudar mais gente a ser gente,
 É viver em constante libertação.
 É crer na vida que vence a morte.

















quinta-feira, 27 de março de 2014

A saudade é algo assim.
Uma agonia sem fim
Uma dor dentro da alma que chora dentro de mim
Saudade é um rio pequeno
Que corre pra junto do mar
É como a ilusão de um dia te encontrar
Saudade! Ah ! Saudade
Por que me atormentas tanto
Me deixas assim nesse pranto
Como um pássaro sem poder voar
Uma rosa sem perfume
Ninguém gosta de cheirar
Enfim, a saudade é tanta
Que me faz pensar
Que pra sentir saudade
Não precisa se esforçar

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

SAUDADES QUE NUNCA VAI SAIR DO MEU PEITO

 


VALMIR ALBERTINO DOS SANTOS JUNIOR

                                                            AMOR ETERNO

Hoje, faz 4 anos, que recebemos a tão horrível noticia da sua morte.
Você se foi mais deixou a lembranças  do seu sorriso, seu jeito moleque que ficou nos nossos pensamento de um dia... Quem sabe! Poderemos nos ver no paraíso.
Na terra essa é a esperança que a sua família espera.
Você sempre vai está em nossos pensamentos te amamos.

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Um tarde de Paz





Hoje o Projeto Consolação proporcionou um encontro de fortalecimento e auta-estima.
Estavam presente as mães assistidas pelo projeto os voluntários e a TV. Chão e Paz (TV. Da Arquidiocese de Salvador).

Elas participaram de oficina de pintura e oração e assistiram  filme onde  refletiram um pouco sobre o nosso jeito de Ter e Ser um instrumento de paz

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Encontro
O projeto consolação promove mais um encontro sobre nosso jeito de ter e ser um instrumento de Paz.
Será no dia 22 de setembro na comunidade Verbo de vida estrada do Cia com assessoria de Josilene e Lenivalda 
As famílias assistida pelo projeto consolação aguardem a visita da nossa equipe com maiores detalhes.

quarta-feira, 22 de maio de 2013

RESILIÊNCIA



Dia 19 maio aconteceu mais um encontro com as mães que são  acompanhadas  pelo projeto consolação.

trabalhado os quatro elementos

O tema:  Resiliência


elemento fogo
 Resiliência surgiu na física e significa a capacidade humana de superar tudo, tirando proveito dos sofrimentos, inerentes às dificuldades, é trabalhado em todas as áreas como saúde, finanças, indústria, sociologia, e psicologia. Embora seja um 
assunto muito recente entre nós, já é trabalhado à anos na América do Norte, com sucesso.  (capacidade de superar os problemas).


Com a assessoria de Cida, o domingo foi muito divertido, pois:
Levantamos, sacudimos a poeira e damos volta por cima!

As dinâmicas nos ajudou a  reconhecer quem sou eu, como estou, o que tenho e o que posso, trabalhamos com os quatro elementos da natureza o fogo, a terra, o ar e a água, possibilitando uma experiência da mística do sagrado, ajudando-nos a entrar no clima da verdadeira experiência com Deus.









sexta-feira, 8 de março de 2013

PARA NÓS



Que trazemos beleza e luz aos dias mais difíceis, carregamos tamanha sensibilidade e força Que ganhamos o mundo com nossa coragem Que trazemos paixão no olhar, Que lutamos pelos nossos ideais, e dá a vida pela nossa família Que se arruma, se perfuma Que vence o cansaço Mulher, Que chora e que ri que sonha... Tantas Mulheres, belezas únicas, vivas, Cheias de mistérios e encanto! Mulheres que deveriam ser lembradas, amadas, admiradas todos os dias... Para nós
Mulheres tão especiais...
Feliz Dia Internacional da Mulher!

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

DESABAFOS DE UMA MÃE

Nadijane Macedo 31 de janeiro de 2013 01:02
AMIGAS! HJ VIM DIVIDIR COM VCS A MINHA TRISTE HISTORIA.

Alexandre Macedo Fraga, 17 anos de idade, fruto do meu 1º casamento era um adolescente tranquilo, muito querido por todos, totalmente desprovido de vícios tinha o sonho de se formar em direito e fazer carreira na Marinha, onde através de amigos já tínhamos tudo encaminhado.

Ele estava feliz pois tinha passado de ano, então foi passar o final de semana na casa do pai, no dia 19/01/2008 ele pegou a moto do pai e se reuniu com 10 amigos, inclusive dois estavam com suas noivas, totalizando seis motos, foram pro bairro de Portoseco Pirajá, Salvador-Bahia, treinar a pilotar, por volta de 21:15h.

Os meninos estavam fazendo o retorno para voltarem pra casa quando chegou uma viatura da policia militar da 47ª companhia, de placa JPZ 3575 com um motorista, soldado Idelson de Jesus e o tenente Juraci Adaes Motta jr, que após darem um cavalo de pau com a viatura apagaram os faróis quando a 5ª passou eles atiraram atingindo meu filho na cabeça que em questão de segundos caiu, meu filho estava na carona pois deixou um dos colegas na direção.

Os colegas tentaram pegar meu filho que estava no chão mais tiveram que abandonar o local pois os policiais continuaram atirando, então saíram feito loucos e foram chamar o pai de Alexandre que chegou ao local cerca de 30 a 40 minutos após não encontrando mais ninguém, só um poça de sangue, meu ex-marido que estava acompanhado dos colegas do meu filho que se encontravam na hora do crime saíram a procura nos principais hospitais enquanto quatro dos colegas foram a delegacia relatar o ocorrido que foi aconselhado pelo delegado a procurarem nos hospitais, foram ao HGE (Hospital Geral do Estado) e nada, foram ao Hospital Roberto Santos e nada, só quando chegaram no hospital Ernesto Simões foram informados de que um corpo estava descendo pro HGE, voltaram correndo pra lá onde os assassinos acabara de chegar colocando o corpo do meu filho já sem vida no chão, isso às 23:48h, alegando que Alexandre era marginal e que fora atingido numa troca de tiros, os colegas se revoltaram pois sabiam da índole do meu filho e disseram que iam chamar a imprensa.

Dois dos colegas são moto-boys e ligaram pro presidente do sindicato, Sr, Henrique Baltazer que chegou quase na mesma hora ao HGE, que junto com os colegas questionou a acusação, o tenente então foi na viatura, pegou um envelope e pediu a uma funcionária do hospital que queria fica a sós com o corpo do meu filho, um funcionário do SAMU percebendo que ele queria implantar provas contra meu filho alertou os colegas de Alexandre que ficaram junto ao corpo mesmo sendo ameaçados pelos policiais, então os policiais saíram e quando eu fui informada por um telefonema de que meu filho havia sofrido um acidente corri imediatamente pra lá onde fiquei sabendo , lembro que uma assistente social do HGE me disse: seu filho era um menino de bem, pois não chegou nem com vestígios de álcool e nem de drogas e era muito querido pelos colegas e que os colegas tb eram meninos de bem pois tb não tinham vestígios de álcool e nem de drogas.

Às 02h da madrugada os policiais chegaram a 10ª delegacia e registraram um alto de resistência onde alegaram que receberam um telefonema de uma mulher de pré-nome Graça, dizendo que o marido dela estava num caixa eletrônico em Portoseco Pirajá e que tinham uns motoqueiros na porta do banco para assalta-lo.

Só que a farsa deles caiu por terra pois no dia seguinte logo pela manhã eu já estava em todos os jornais e TVs clamando por justiça então esse homem que esteve no caixa eletrônico vendo todo reboliço que criei chegou pra uns policiais que estavam parados no bairro onde ele mora e contou foi ele que estivera no cx. eletrônico e que não viu e nem mencionou moto alguma, que quando ele entrou no cx. eletrônico aporta emperrou com ele dentro, que nesse exato momento chegou um carro de 4/portas preto, com dois homens, que um saiu do carro e tentou entrar no cx. eletrônico como não conseguiu pediu que o sr. que estava dentro abrisse e ele respondeu que não, que com medo de que se tratasse de marginais ligou para uma amiga, então ele foi aconselhado a ir na delegacia prestar depoimento como acima mencionado de que não viu e nem mencionou em momento algum moto.
Esse senhor manteve seu depoimento na delegacia, na Corregedoria da policia militar e no fórum Ruy Barbosa, assim como todos os colegas que estavam na cena do crime.

Exames feito em meu filho:

Pólvora combusta:NEGATIVO
Alcoolêmia: NEGATIVO
Toxicológico: NEGATIVO

O tiro foi dado pelas costas, atingindo meu filho na nuca com uma arma de calibre .40 da policia.

Eles respondem por homicídio qualificado, por motivo fútil, a traição e de emboscada, o processo rola na justiça desde 2008 e só em 09/2012 foi dado a sentença de pronuncia, eles foram sentenciados a juri popular mas, recorreram e o processo encontra-se no Tribunal de Justiça, isso pq eles respondem em liberdade e trabalham normalmente.

O caso teve repercussão a nível nacional pois foi uma sequencia de crimes envolvendo policiais aqui em Salvador. Pra se ter uma ideia no ano de 2010 foram marcadas 04 audiências e todas foram adiadas, por duas vezes alegaram que não haviam localizado o processo (sumido) ai eu fui num programa de tv e desci o verbo no judiciário e no governador pois na minha concepção o governador faz vistas grossas, uma vez que a policia é de competência do governo do estado e ele nem os afastam do serviço. Fui ao programa com xerox de todo o processo e antes mesmo de chegar em casa recebi uma ligação do fórum dizendo que o processo havia sido encontrado.

O tenente é sobrinho de um major que é comandante de um batalhão, tentaram usar usar a influencia deles desde a delegacia mais como DEUS é um PAI MARAVILHOSO colocou uma delegada titular e o escrivão muito honestos....... que desde o inicio viu que tudo era armação, que eles assassinaram meu filho entre 21:15 e 21:25hs. que ficaram rodando com ele agonizando ate que morresse e que nesse espaço de tempo aconteceu o episodio no cx. eletrônico com o sr. Romão, que eles pegaram um outro caso.

Criei meu filho com tanto amor.......sou vice-presidente da COMBEVIL (Conselho de Moradores da Bela Vista do Lobato e Adjacências) Fui delegada do Orçamento Participativo da Prefeitura por dois mandatos onde meu filho sempre me acompanhava na luta por melhorias pra nossa comunidade, ele ajudou na eleição do conselho municipal de saúde.

Em dezembro de 2007 fizemos um bingo beneficente (Natal sem fome) com premiações: geladeira, fogão, tanquinho, liquidificador e ferro de passar, onde o preço da cartela foi kg de alimento não perecível, conseguimos arrecadar mais de tonelada, meu filho carregou todo esse peso, me ajudou a fazer as cestas básicas e distribuir para as famílias carentes e um mês após ceifam a vida dele covardemente, um adolescente exemplar...... que frequentava igreja evangélica

não falo isso pra me aparecer mais sim pra que vcs tenha uma ideia da nossa vida e do que fizeram conosco, sou voluntaria do CEDECA (Centro de Defesa do Menor e Adolescente) e tenho mães que ajudo nessa luta por justiça somos muito unidas, estamos sempre presentes em audiências, julgamentos e passeatas, como no Grito dos Excluídos e em 02/07 dia da Independência da Bahia.

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013




LUTO 
SANTA MARIA


A Equipe do Projeto Consolação, que em Salvador atende as famílias que perderam seus filhos vitimas de qualquer tipo de  violência, se solidariza a todos vocês que neste momento enfrentam esta profunda dor, que o Deus da Consolação possa  dar força e coragem neste período difícil que vocês vão enfrentar.

Com as nossas experiências de luto, esperamos que cada um de  vocês possam encontrar alguém com quem dividir este sofrimento.

Acreditem que Deus estará sempre ao seu lado neste momento difícil, iluminando cada família e que a luz vai vencer a escuridão. 

segunda-feira, 24 de dezembro de 2012


A história do Natal e seus símbolos

Origem do Natal e o significado da comemoração: O Natal é uma data em que comemoramos o nascimento de Jesus Cristo. Na antiguidade, o Natal era comemorado em várias datas diferentes, pois não se sabia com exatidão a data do nascimento de Jesus. Foi somente no século IV, que o 25 de dezembro foi estabelecido como data oficial de comemoração. Na Roma Antiga, o 25 de dezembro era a data em que os romanos comemoravam o início do inverno. Portanto, acredita-se que haja uma relação deste fato com a oficialização da comemoração do Natal. As antigas comemorações de Natal costumavam durar até 12 dias, pois este foi o tempo que levou para os três reis Magos chegarem até a cidade de Nazaré e entregarem os presentes ao menino Jesus. Atualmente, as pessoas costumam desmontar as árvores e outras decorações natalinas em até 12 dias após o Natal. Do ponto de vista cronológico, o Natal é uma data de grande importância para o Ocidente, pois marca o ano 1 da nossa História. A Árvore de Natal e o Presépio: Em quase todos os países do mundo, as pessoas montam árvores de Natal para decorar casas e outros ambientes. Em conjunto com as decorações natalinas, as árvores proporcionam um clima especial neste período. Acredita-se que esta tradição começou em 1530, na Alemanha, com Martinho Lutero. Certa noite, enquanto caminhava pela floresta, Lutero ficou impressionado com a beleza dos pinheiros cobertos de neve. As estrelas do céu ajudaram a compor a imagem que Lutero reproduziu com galhos de árvore em sua casa. Além das estrelas, algodão e outros enfeites, ele utilizou velas acesas para mostrar aos seus familiares a bela cena que havia presenciado na floresta. Esta tradição foi trazida para o continente americano por alguns alemães, que vieram moram na América durante o período colonial. No Brasil, país de maioria cristã, as árvores de Natal estão presentes em diversos lugares, pois além de decorar, representam um símbolo de alegria, paz e esperança. O presépio também representa uma importante decoração natalina. Ele mostra o cenário do nascimento de Jesus, ou seja, uma manjedoura, os animais, os reis Magos e os pais do menino. Esta tradição de montar presépios teve início com São Francisco de Assis, no século XIII. O Papai Noel - origem e tradição: Estudiosos afirmam que a figura do bom velhinho foi inspirada num bispo chamado Nicolau, que nasceu na Turquia em 280 d.C. O bispo, homem de bom coração, costumava ajudar as pessoas pobres, deixando saquinhos com moedas próximas às chaminés das casas. Foi transformado em santo (São Nicolau) após várias pessoas relatarem milagres atribuídos a ele. A associação da imagem de São Nicolau ao Natal aconteceu na Alemanha e espalhou-se pelo mundo em pouco tempo. Nos Estados Unidos ganhou o nome de Santa Claus, no Brasil de Papai Noel e em Portugal de Pai Natal. Até o final do século XIX, o Papai Noel era representado com uma roupa de inverno na cor marrom. Porém, em 1881, uma campanha publicitária da Coca-Cola mostrou o bom velhinho com uma roupa, também de inverno, nas cores vermelha e branca (as cores do refrigerante) e com um garro vermelho com pompom branco. A campanha publicitária fez um grande sucesso e a nova imagem do Papai Noel espalhou-se rapidamente pelo mundo.

domingo, 25 de novembro de 2012

SAUDADES QUE NUNCA VAI SAIR DO MEU PEITO


 


VALMIR ALBERTINO DOS SANTOS JUNIOR

                                                            AMOR ETERNO

Hoje, faz 3 anos, que recebemos a tão horrível noticia da sua morte.

Você se foi mais deixou a lembranças  do seu sorriso,seu jeito moleque que ficou nos nossos pensamento de um dia... Quem sabe! Poderemos nos ver no paraíso.

Na terra essa é a esperança que a sua família espera.

Você sempre vai está em nossos pensamentos te amamos

 


sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Ninguém podem apagar a chama da saudade

 
 
Dia 2 de novembro não é o dia dos mortos, mas sim, dia consagrado á imortalidade da alma.
Não é dia de tristeza e sim de saudousa recordação, confortada pela fé que nos garante que nosso relacionamento com as almas dos falecidos não está interropidas pela morte, mas é sempre viva.
Assim, em toda morte, deve haver uma nova vida. Esta é a esperança do ser humano que crê em Deus.
Beijo no seu coração.

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

A PAZ QUE ESTÁ EM MIM TAMBÉM ESTÁ EM VOCÊ


No dia 30 de Setembro de 2012 aconteceu mais um encontro  no CTL. ( centro de treinamento de  líderes localizado no bairro de  Itapoá.) O projeto consolação juntos com os pais e avós  que partilham a mesma dor: A  perda de filhos /as  assassinados.
Sob a organização da irmã  Jacira  Queiroz e os voluntários  do projeto.
Iniciamos o trabalho com  alguns  textos  bíblicos como esse abaixo:

 PAZ
Chegada, pois á tarde daquele dia,o primeiro da semana,as portas                             
fechadas onde os discípulos com medo das autoridades, estavam
juntos,chegou Jesus, e pôs-se no meio, e disse-lhes:
A PAZ SEJA CONVOSCO. E dizendo isto, mostrou-lhes as suas mãos
e o lado.
Os discípulos se alegraram, vendo o Senhor.
Disse-lhes, pois, Jesus  outra vez :
A PAZ SEJA CONVOSCO, assim como o PAI me enviou, também
Eu vos envio a voz
(João 20.19.21)

O encontro durou  9 horas, o tema em questão era sob
 a Paz,  levando o grupo a uma reflexão.
No final chegamos a conclusões de que sem ela  não há  razões  de vidas
E com a absoluta certeza de que, após da forte tempestade
sugira um novo momento, onde a luz brilhará, pois o amanhã,  pertence a DEUS.
Um forte abraço bem especial.                   

terça-feira, 25 de setembro de 2012

“A Paz que está em mim
também está em você.”


O Projeto Consolação promove mais um Encontro para as famílias acompanhadas: 
 Refletiremos juntos o tema da Paz. 
Onde: Itapuã / C.T.L.
Quando: 30 de Setembro de 2012 (Domingo) 
Saída: 07.00 h. - Final de Linha do Vale das Pedrinhas. 
Retorno: 17.00 h.  
Inscrição na Sede do Projeto ou por tel. 3240-0588
Cada pessoa deve levar um símbolo da Paz.

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Poema lido na abertura do Ato do Grito dos Excluídos 2012


É por Amor!
É por amor!
Sim, é por amor à vida que cantamos
e tantas vezes choramos também.

É por amor à vida que estamos lutando
e vamos andando lentamente para buscar a luz
e a liberdade das manhãs de sol!

É por amor!
Sim, é por amor à vida, evidentemente,
que encaramos de frente essa imensa dor
que se nos impõe nesse reinado amargo do ódio presente!

É por amor à vida
que estamos nas ruas, nas praças, nas estradas
e gritamos palavras de ordem de uma nova ordem!

Sim, é por amor
É por amor à vida que marchamos nas madrugadas
De lua nova levando nos braços a fúria das tempestades
Prontos a resgatar a terra que nos tomaram.

Vamos replantar as flores e as sementes
Que há séculos estão em cio!

É por amor!
Sim, é por amor à vida que profundamente doloridos
recolhemos em nossos braços
os que foram brutalmente feridos
e quando já não podemos devolver-lhes a respiração
nós comungamos de seu sangue e os fazemos ressuscitar
em milhares de vidas e sorrisos!

É por amor!
Sim, é por amor à vida que escrevemos nas pedras
os poemas da esperança rebelde
que pichamos nos muros e nas portas
as frases corajosas de um futuro novo
que dançamos nas festas de sábado
no batuque do carnaval de um povo livre!

É por amor que nos abraçamos
Que nos beijamos na esquina e já não tememos
Andar de braços dados seguindo a bandeira da paz
E da ternura conseqüente!
É por amor!
Sim, é por amor à vida
Que desesperadamente amamos!
(Zé Vicente)

domingo, 2 de setembro de 2012

ATO DO GRITO DOS EXCLUÍDOS






Em sua 18a edição, o Grito dos Excluídos 2012 traz o tema “Queremos um Estado a serviço da Nação, que garanta direitos a toda a população!”.  o ato ocorrerá no dia 07 de setembro em  Salvador/ Ba .
 logo após o desfile oficial
Participe, venha da o seu grito

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

ATO PÚBLICO.


 No dia 26 de agosto, no domingo no farol da barra o Projeto Consolação junto com o Cedeca/Ba, participou no ato público que cobrou fim da violência e da impunidade. Este dia comemora a chacina de Lobato do ano 1993 que lembram dos quatro jovens mortos, e juntos com eles todas as vítimas da morte violenta. A luta de muitas pessoas, principalmente de familiares e  amigos de vítimas levou à instituição da Lei 9.520, contra a impunidade. Que realmente, caminhada desta natureza possam fortalecer as famílias, que atos deste tipo nos façam cada vez mais solidários com as famílias das pessoas vitimadas.

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Quando a solidariedade nos visita e dar sabor de vida que se renova

Somos um grupo de mães e avós que se reúne às sextas feiras na sede do Projeto Consolação. Carregamos em nosso ser mulher uma identidade que nos abriga e nos vincula. Somos mulheres sofridas, feridas, injustiçadas, discriminadas mas cheia de garra guerreiras com o poder de cura. Sim cura pois fazemos o papel do curador ferido curamos e somos curadas, acolhemos sem escolher e somos acolhidas sem ser escolhidas. 
Perder alguém que tanto amamos de forma tão violenta é um grande trauma e dor, corre-se o risco de desenvolver doenças e gerar mais violência. Sabemos que juntas, quando estendemos as nossas mãos podemos nos fortalecer. Jesus cura e liberta o nosso sofrimento a grande prova estar nesse painel ao lado: Onde a dor revela uma beleza Divina onde podemos visualizar o sofrimento sem culpa e sem culpar o outro/a, isso nos conduz a uma aceitação incondicional de si e de outros/as e então sair em busca de soluções, de transformações do nosso luto e ir em busca de paz e vida e vida plena.

quinta-feira, 28 de junho de 2012

Arraiá com cheiro de Deus


Forró do Grupo de Saúde da Mulher e das Mães do Projeto Consolação - Casa da Juventude Anna Sironi. Deus dançou lá e foi uma festa de gente que celebra a vida com a cara que ela tem.
Aos poucos uma e outra chegavam e traziam consigo esta marca de ser mulher, de ser mãe e de ser cuidadosa, em suas mãos carregava um prato junino para a partilha.
Creio que nas festas em Nazaré na Vila de Jesus sempre havia partilha, pois assim se deu a fração dos pães, todos que ia nas festas gostava de comer, de falar, de estar um com os outros, assim se fazia reino e REINO DE DEUS.
Era mais uma tarde daquelas que agente lembra e sente saudades, pois a alegria se fazia companheira e dançava com cada uma que lá estava.
A festa que chamávamos de arraiá começou... Dançava mães mais jovens e aquelas de melhor idade também. A vida fica com a cara que ela tem de verdade, mas que as vezes a gente desaprende de ver.
Existia até um Bastiao e Bastiana que com alegria contagiava o ambiente trazia valores de um povo sofrido do interior, mas de uma gente que se incultura no meio urbano e não perde a sua essência, gente essa que carrega sua crença e tem sua fé como fundamento. Eles faziam com que todas nós recordássemos das nossas raízes de interior, os nossos costumes e linguajar... e assim eles animavam o arraia!
Assim  a noite chega e cada uma volta para suas casas com a certeza de que esse encontro foi uma festa dessas que Jesus participava, pois o aconchego e a partilha deu rosto e rumos a aquela tarde naquele encontro onde Jesus entrou e se alegrou. Pois lá Ele estava presente em cada gesto, em cada sorriso, em cada abraço e cada encontro...
Então assim sendo podemos dizer que de fato existiu um cheiro de Deus... 

segunda-feira, 16 de abril de 2012

O Caminho da Vida


O caminho da vida pode ser o da liberdade e da beleza, porém nos extraviamos. 

A cobiça envernou a alma das pessoas... levantou no mundo as muralhas do ódio... e tem-nos feito marchar a passo de ganso para a miséria e morticínios.

Criamos a época da velocidade, mas nos sentimos enclausurados dentro dela. A máquina, que produz abundância, tem-nos deixado em penúria.
Nossos conhecimentos fizeram-nos céticos; nossa inteligência, empedernidos e cruéis. Pensamos em demasia e sentimos bem pouco.

Mais do que de máquinas, precisamos de humanidade. Mais do que de inteligência, precisamos de afeição e doçura. Sem essas virtudes, a vida será de violência e tudo será perdido.

(O Último discurso, do filme O Grande Ditador) 

quinta-feira, 1 de março de 2012

Quando os dias nos fazem pensar

Dia 23 de Fevereiro traz lembranças de um dia que foi sempre bem vivido com
traços de alegria e um gosto de celebração, pois marca o dia em que o meu
filho Junior veio ao mundo.
  
Recordo com afeto de mãe ao sentir no meu peito o pulsar do coração
daquela criança recém-nascida e assim ressoam as palavras ditas, frases tão
comuns: “Que criança mais linda”!
Hoje após 24 anos não o tenho fisicamente para poder apreciá-lo
pronunciando palavras e frases comuns, mas dita com uma profundidade que
expressa um sentimento de alguém que amou e que ainda ama mesmo que o
destino tenha percorrido outros caminhos.

Tristeza é um sentimento presente e as vezes parece que a cada dia morre
também um pouco de mim, pois a dor da saudade nunca passa e a ferida que
a injustiça causou deixa efeitos quase inadmissíveis embora a certeza que
devo caminhar me faz seguir.

A esperança por dias melhores as vezes me falham na caminhada, mas como
disse as vezes pois sei que sou uma mulher guerreira e positiva, uma mulher
de força que encontra muita graça mesmo nos momentos de dores.
Assim acredito eu, a estrada é longa e é preciso caminhar, pois o caminho se
faz caminhando.

sábado, 21 de janeiro de 2012

Infinito


Quero ser livre 
Alçar voo e partir
Desvendar os mistérios do infinito
Esquecer a tristeza,
Que habita a minha alma,
Quero ter o coração vazio de sentimentos,
Possuir apenas a paz!
Meu peito queima,
Minhas chagas estão abertas,
Olho o mar
Sinto a brisa no rosto,
As nuvens no céu me fascinam...
Mas a dor continua sufocando por dentro,
Necessito ser livre,
Encontrar a paz em algum lugar do infinito,
E quem sabe assim...
voltar a sorrir
(Ione Rubra Rosa)

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

NATAL


Natal é tempo.,.
De dar um toque na vida com as cores da esperança, da fé, da paz e do amor.
Também é tempo de preparar, em nosso coração e em nosso lar, um espaço para acolher as sublimes lições da Sagrada Família de Nazaré e aceitar as inevitáveis surpresas da vida.

Natal é tempo...
De olhar para o céu, encantarmo-nos com a luz das estrelas e seguir a estrela-guia.
È tempo abençoado de dar mais atenção à criança que mora em cada um de nós e as que encontramos em nosso peregrinar, à procura do caminho que nos leva ao Deus-menino.
  
Natal é tempo...
De olhar para o mundo, alimentar a chama do amor e apreciar o milagre da vida.
É tempo de seguir com atenção e humildade os passos daqueles que tem coração simples e em gestos de ternura sintonizar mentes e aconchegar corações.

Natal é tempo...
De pensar no irmão próximo e distante e de colaborar para o renascer do amor.
É tempo de recompor a vida, perdoar e abraçar com a ternura e a misericórdia do coração de Deus.
Estejamos atentos para perceber e realizar o bem que estiver ao nosso alcance.

terça-feira, 22 de novembro de 2011

ENCONTRO COM AS MÃES DO PROJETO CONSOLÇÃO

No dia 20 de Novembro de 2011, o Projeto Consolação realizou um encontro no CTL (Centro
de Treinamento para Lideres), contamos com a presença de mulheres que perderam os seus
filhos e netos, vitimas da violência nos bairros de: Vale das Pedrinhas, Nordeste de Amaralina,
Santa Cruz e Chapada do Rio Vermelho.

O CTL é um lugar paradisíaco, próximo ao mar, que nos acolhia com uma brisa suave e terna
nos envolvendo com paz e harmonia, então poderíamos chamar de jardim da ressurreição.
Chegamos cedo na manhã do primeiro dia da semana. Algumas de nós tinha ido em frente e
preparado o ambiente do jeito que as mulheres merecem. Chegando todas nós começamos o
dia saudando o Deus Mãe da natureza que nos envolvia com o vento leve e nos saudava com o
barulho das plantas ao redor.

Maria Madalena que tinha outros nomes estava no meio de nós. Ao decorrer do dia sentamos
com essas Marias.
São mulheres fortes, guerreiras, corajosas, são mulheres de luta que não desanimam. Elas
muitas vezes deixaram uma lágrima discretamente cair do rosto negro ou branco, rosto que
escondia a dor de ter pedido quem elas tanto amaram, mas nestes rostos também guardavam a
resistência de mães que não desistem da mais difícil e bela missão do amar.

Estas Marias Madalenas têm historias sujas de sangue, mas cheias de Sacralidade e de Vida,
vida que renasce na força delas mesmas. Entre elas há gestos de solidariedade e assim são
protagonistas de uma cultura de paz, pois estes são os sonhos que muitas carregam no coração.
Alguém da equipe teve uma idéia de nos contemplar com um presente especial com a afirmação
de sermos queridas e preciosas para o Criador. Lá nos encontramos conosco, apreciamos os
nossos rostos enrugados ou ainda jovens e percebemos que somos únicas e preciosas para Deus.
Foi uma experiência prodigiosa descobrirmos que somos estas pérolas preciosas que estão
escondidas nestes bairros tão feridos e marcados pela violência.

Finalizamos o encontro no jardim da ressurreição com a certeza de que o Ressuscitado nos
visitou e nos deixou com a afirmação de que devemos sair de nós e irmos as Galiléias consolar
aquelas que choraram e não querem serem acalentadas pois da vida lhes foi arrancada os que
lhes eram mais admirável.
Saímos com a certeza de que a dança da solidariedade envolva as nossas ruas, becos e vielas e
que a paz tão almejada possa permear em nossos lares e em nossas vidas.
Que a boa gargalhada da casa da vizinha seja o barulho que pulsa dentro de nós.

E assim sendo, cantemos como canta Zé Vicente

Eu quero ver, eu quero ver
Acontecer/O sonho bom, sonho de muitos
Acontecer

Nascendo da noite escura
A manhã futura trazendo amor
No vento da madrugada
A paz tão sonhada brotando em flor
Nos braços da estrela guia
A alegria chegando da dor

Na sombra verde e florida
Crianças em vida brincando de irmão
No rosto da juventude
Sorriso e virtude
Virando canção....

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

PERDA E VIDA

Vivemos numa sociedade em que não nos educa à perder. Ninguém quer perder coisa alguma, por mais simples que seja, muito menos perder um filho ou alguém a quem amamos muito.
Perder dar uma sensação de vazio que exige que cada um revire o seu mundo e seus sentimentos lacrados ou até mesmo desconhecidos. Aí é preciso acreditar na força maior que a morte, pois a maior perda na vida é morrer dentro de nós enquanto vivemos.
Na vida nada é eterno! Tudo é passageiro, exceto nosso espírito.
O luto pelas perdas que sofremos na vida precisa ser vivido de acordo com as crenças e valores culturais e religioso de um povo e de cada pessoa.
Negar a dor da perda é como negar a própria vida que pulsa na gente.
É importante saber que todo sentimento de dor, não expressado, pode tornar-se em depressão, portanto, não neguemos a dor que a morte de alguém causou, pois uma vez acolhida torna-se em vida e vida plena.

terça-feira, 1 de novembro de 2011

A PAZ

E Jesus surge diante dos discípulos e traz a sua palavra de vida:”  A PAZ ESTEJA CONOSCO!”
Queridos amigos: Tenho experimentado, em historias partilhadas de vidas sofridas, ausência da paz ;
Não falo da paz de guerras e sim da paz do cuidado, da atenção, do amor e do respeito;
Por falta deles a violência crescem todos os dias.
Jesus enfrentou o ódio, a humilhação os poderes mesquinhos e a morte para nos da essa  paz.
A paz é o grande desafio dos dias de hoje.
Estejamos atentos ao desafio.

sábado, 8 de outubro de 2011

"Um diálogo com Deus"

Eu pedi a Deus para tirar minha dor.
Deus disse não.
“Não cabe a mim tirá-la, pois cabe a você transformá-la.”.

Eu pedi a Deus para fazer com que o meu filho não morresse.
Deus disse não.
“Pois seu espírito é perfeito e o seu corpo é provisório”

Eu pedi a Deus para me dá felicidade.
Deus disse não.
“Eu lhe dou benções, a felicidade depende de você”.

Eu pedi a Deus para me proteger da dor.
Deus disse não.
“O sofrimento lhe separa dos conceitos do mundo e lhe traz para perto de mim”.

Eu pedi a Deus para fazer o meu espírito crescer.
Deus disse não.
“Você tem que crescer sozinho, mas Eu lhe podarei, para que você possa dar frutos”.

Eu pedi a Deus todas as coisas, para que eu pudesse gostar da vida.
Deus disse não.
“Eu lhe dou vida, para que você possa gostar de todas as coisas”.

Eu pedi a Deus para me ajudar a amar os outros, o tanto quanto Ele nos ama.
Deus disse...
“Finalmente você começou a entender o dom da vida”.

sábado, 10 de setembro de 2011

CHÃO E PAZ - MULHERES BATALHADORAS

Vejam neste vídeo o "berço" do Projeto Consolação. Aqui, na Casa da Juventude se encontram as mulheres do nosso bairro, entre elas umas que perderam os seus filhos e netos, os seus maridos e pais violentamente. Nosso abraço de solidariedade e de paz vai a todas elas! Parabens, Casa da Juventude Ana Sironi!  Agradecemos à Pascom pela amizade e pelo apoio! (04.09.2011)

domingo, 4 de setembro de 2011

CHAO E PAZ - INFÂNCIA PRESERVADA

Vejam um breve filme que mostra o outro lado do nosso bairro!
Sim, semeando a paz durante os primeiros anos da vida, gera muitos frutos.
Que possamos proteger nossas crianças. Muitas pessoas entrevistadas neste filme fazem parte do PROJETO CONSOLAÇÃO!



sábado, 27 de agosto de 2011

Vocês sabiam da importância do dia 26 de agosto?

No dia 26 de agosto, o Projeto Consolação participou no ato público que cobrou fim da violência e da impunidade. Este dia comemora a chacina de Lobato do ano 1993 que se lembra dos quatro jovens mortos, e junto com eles todas as vítimas da morte violenta. A luta de muitas pessoas, principalmente de familiares e  amigos de vítimas levou à instituição da Lei 9.520, contra a impunidade. Que realmente, caminhada desta natureza possam fortalecer as famílias, que atos deste tipo nos façam cada vez mais solidários com as famílias das pessoas vitimizadas.

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Presença discreta e silenciosa

"Em determinadas situações, mais do que consolar com palavras o/a irmão/a irmã que sofre, importa ser uma presença amiga a seu lado, mesmo que tal irmão/irmã pareça fechado/a em sua dor. Quando alguém está envolvido por um grande sofrimento, temos a impressão de que não conseguimos atingi-lo/a. Engano nosso. Uma presença discreta e silenciosa, marcada pelo desejo de comunhão, é, ao mesmo tempo, consolo e força, bálsamo e luz. Pode ser que num primeiro momento nossa presença nem seja percebida; aos poucos, contudo, faz nascer na pessoa que sofre a certeza de que não está só. É possível que, mesmo assim, ela não entenda o sofrimento que está enfrentando, mas certamente conseguirá superá-lo com mais rapidez e aproveitará melhor as lições daqueles momentos. Portanto, quando você perceber que não tem palavras para consolar o/a amigo/a que sofre; quando a vida reservar provas duríssimas para aqueles/as que lhe são caros/as; quando se encontrar diante de alguém que parece perdido em meio à densa escuridão, não se preocupe em lhe falar. Evite, mesmo repetir aquelas frases que estão tão marcadas pela formalidade que podem até ser uma insulto à dor do irmão. Em momentos assim, a grande mensagem será a sua presença. Se seu/sua amigo/a não tiver fé, esse gesto de comunhão será para ele/a uma rica experiência de solidariedade e amor...". Assim nos escreveu no seu artigo dominical, D. Murilo Krieger, arcebispo de São Salvador da Bahia e primaz do Brasil. Assim também nós do Projeto Consolação podemos perceber nas nossas visitas dominciliares e nos encontros na Casa Consolação. Que as pessoas visitadas possam sentir nossa solidariedade através da nossa presença discreta e silenciosa.
Fonte: A TARDE, 21.08.2011 "Os amigos de Jó", por Dom Murilo Krieger

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Quebrando o silêncio e marcando história

Durantes as últimas semanas, o Projeto Consolação viveu muitos momentos importantes. No dia 17 de julho, durante a Eucaristia dominical, Lídia dos Santos Silva partilhou com a comunidade a sua dor e a sua esperança. Recebeu uma linda acolhida junto com muitas outras mães que sofreram a perda dos seus filhos/as. Lídia refletiu sobre a importância da memória, citando o mandamento de Jesus, "Fazei isso em memória de mim!" Assim também nós, abraçamos este convite e fazemos memória dos nossos queridos filhos e filhas cujas vidas foram bruscamente interrompidas.


No dia 7 de agosto, na cidade de Salvador, teve uma mobilização a favor da paz e contra a insegurança, muitas pessoas, vestidas de branco, caminharam lado a lado pedindo paz em nossa cidade. Cartazes e faixas falaram por si.


No dia 11 de agosto o Projeto Consolação respondeu ao convite do Projeto Força Feminina, que marcou os cinco anos da Lei Maria da Penha (11.340/06). Teve muitas pessoas se informando melhor sobre a lei como também sobre os movimentos, as instuições e os projetos presentes na Praça da Sé de Salvador.



O "microfone aberto" ofereceu uma boa oportunidade para falar sobre a realidade dura de muitas mulheres que sofrem de vários tipos de violência. Quebrando o silêncio e articulando a dor, incentivando a escuta e a partilha, é um dos objetivos principais do Projeto Consolação.


sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Nordestão da Obra da Infância e Adolescência Missionária

Nordestão da Obra da Infância e Adolescência Missionária
Tive a alegria de participar do “Nordestão da Obra da Infância e Adolescência Missionária”  nos dias 22, 23 e 24 de julho em Recife na Casa de Retiro Nazaré com representantes dos nove estados do Nordeste, para partilhar as experiências desta Obra Missionária.   
Foi um momento forte de partilha e estudo desta realidade missionária coma as crianças, adolescentes e jovens da Região Nordeste do nosso Brasil. A situação de violência está aumentando entre as crianças, adolescentes e jovens, seja na cidade ou no campo. Por este motivo procurei divulgar entre os participantes o nosso Projeto Consolação. Muitos se interessaram pelo blog para manter contato e conhecer o nosso trabalho.
A vida do missionário(a) é assim mesmo: mal cheguei em casa, tem que partir para mais um estudo da “Celebração Dominical da Palavra”, no Seminário de Liturgia  do Regional NE 3 em Feira de Santana (29, 30 e 31 de julho). Mais uma vez falei para muitos do nosso Projeto Consolação e distribui folhetos do mesmo para maior conhecimento do trabalho.  
Autora: Ana Castro, Integrante do Projeto Consolação